Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Mulher que confessou morte de irmã em Bento Gonçalves é indiciada por latrocínio

October 4, 2017

Dois meses depois da morte de Aparecida de Fátima Marin Bittencourt, de 44 anos, a polícia indiciou Ana Paula Bittencourt, de 32 anos, a mulher que confessou ter matado a irmã na madrugada do dia 2 de agosto, pelo crime de latrocínio, ou seja, o homicídio realizado com a intenção de roubar.

De acordo com o delegado Álvaro Becker, titular da 2ª Delegacia de Polícia (DP) de Bento Gonçalves, que comanda as investigações, o latrocínio se caracterizou porque, no dia seguinte ao assassinato, Ana Paula teria levado o celular da irmã morta. Além disso, a pena pela condenação por latrocínio é maior que a de homicídio.

O inquérito policial foi remetido ao Ministério Público (MP), a quem cabe analisar as provas e oferecer ou não a denúncia à Justiça. Dessa maneira, o MP pode acatar o indiciamento e remeter a denúncia por latrocínio, pode desclassificar a acusação e indiciar Ana Paula apenas por homicídio ou mesmo exigir novas diligências e dar novo prazo à investigação criminal.

“Depende do MP aceitar essa denúncia por latrocínio e daí fazer a denúncia contra ela por latrocínio. Caso entenda que não, ele pode desclassificar e indiciar ela pelo homicídio”, afirmou.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo