MP denuncia trio e afirma que homem foi esquartejado vivo em Caxias do Sul

João Carlos da Rosa Gomes, 63, Alminda Braga Correa, 54, e Mirto Gritti, 52, foram denunciados pelo Ministério Público (MP) de Caxias do Sul pela morte de Luciano Vargas Silva, o “Pig”, de 45 anos. Na denúncia, encaminhada nesta quinta-feira, dia 21, a promotora de Justiça Sílvia Regina Becker Pinto qualificou o crime como provocado por motivo torpe, meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima.

João (preso) teria esquartejado Luciano ainda com vida (Foto: Mauro Teixeira)

De acordo com o MP, João e Luciano estavam tendo uma discussão. Neste momento, Mirto acertou a cabeça da vítima com um pedaço de pau, duas vezes. Se aproveitando da ocasião, antes de Pig cair no chão, o ex-sogro o acertou com uma facada no peito.

A denúncia do Ministério Público afirma, ainda, que João esquartejou o homem, vivo, com uma motosserra. Luciano ameaçava o casal de que os denunciaria por estarem com prisão preventiva decretada por estelionato e, por vingança, teriam cometido o crime.

Um dia depois do homicídio, os denunciados ocultaram o cadáver. Pedaços do corpo foram colocados em sacolas distintas, certificando-se de excluir cabeça e mãos, e desovaram em um contêiner de lixo orgânico localizado na Rua Sinimbu, quase esquina com a Marechal Floriano, no Bairro São Pelegrino.

João e Mirto estão atualmente recolhidos ao sistema prisional.


Posts Em Destaque
Teremos posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square