Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Decreto assinado por Temer pode acelerar implantação do pedágio na BR 386

August 24, 2017

O presidente Michel Temer assinou na última semana um decreto incluindo diversas rodovias federais no Plano Nacional de Desestatização (PND). Entre os trechos incluídos estão da BR 386 (Tabaí/Canoas) e a BR 448 (Rodovia do Parque). No caso da BR 386, o decreto divulgado no último dia 8 de agosto no Diário Oficial da União prevê a desestatização de parte da rodovia, desde o entroncamento com a BR 116 em Canoas até a divisa com Santa Catarina em Iraí, totalizando 400 quilômetros. Com a medida poderá ser agilizado o processo de concessão da rodovia para a iniciativa privada, permitindo a instalação de praças de pedágio na BR 386, inclusive em Montenegro, como já chegou a ser anunciado e que causou forte resistência.

Um grupo de trabalho, formado por representantes do Ministério dos Transportes, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e dos municípios vem se reunindo e deve ter novo encontro no final deste mês em Brasília. Estão sendo finalizados os trabalhos técnicos visando apresentar um novo plano de acordo com algumas reivindicações enviadas pelo grupo de trabalho. A maior preocupação, caso a praça do pedágio seja confirmada para Montenegro, é o valor da tarifa. A primeira informação era de que o valor ficaria em torno de 7 reais para ir e mais 7 para voltar, o que geraria um custo de 14 reais aos motoristas no deslocamento para a capital e Grande Porto Alegre. 

Entretanto, existe a expectativa de que este valor seja reduzido para que não tenha tanta resistência da população.

Após a reunião prevista para a última semana de agosto, devem ser confirmadas cinco praças de pedágio: Montenegro, Paverama, Soledade, Tio Hugo e Sarandi. Mas o assunto ainda deve voltar a ser discutido em reuniões regionais. Nas audiências públicas já realizadas, como em Montenegro e principalmente em Santa Cruz do Sul, foi grande a resistência das lideranças e comunidades contra a instalação dos pedágios. Com a pressão surgiu a possibilidade de desistência do Governo, o qual estaria estudando outras alternativas. Mas agora, mesmo com a contrariedade da maior parte dos usuários, com o decreto assinado pelo presidente Temer cresce a possibilidade de que as praças de pedágio serão mesmo instaladas. O maior protesto é que num trecho de cerca de 200 quilômetros teriam quatro pedágios, gerando um custo em torno de 70 reais aos motoristas. No caso de Montenegro, o pedágio ficaria próximo da ponte sobre o rio Caí e perto da divisa com Nova Santa Rita.
 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square