Desbarrancamento na margem do rio Caí ameaça atingir a estrada RS-124

Quem conheceu o Caí no passado e hoje observa o rio na área próxima ao antigo cais do porto tem uma impressão muito negativa. A margem oposta do rio está totalmente degradada. Onde antes havia vegetação hoje o que se vê é terra nua. Resultado de um forte processo de desbarrancamento. Segundo moradores, a cada enchente que acontece, novas árvores despencam levando consigo nacos de terra. E assim a aparência daquela encota, antes saudável, agora se transformou num cenário preocupante. A rodovia RS-124, que liga o Caí a Montenegro, passando pelo Matiel e Pareci Novo, está situada na beira desse barranco e, se os desmoronamentos continuarem acontecendo, partes da estrada poderão ser levadas junto, para o fundo do rio. O trânsito nessa rodovia é intenso e inclui caminhões pesados. Como, em alguns pontos, a barranca do rio já chega muito perto da pista, já se começa a temer que a rodovia seja atingida num prazo não muito longo. Os melhores pontos para observar o desbarrancamento estão situados no Caí, junto ao centro da cidade. Um deles é a antiga barca (ponto inicial da rua Pinheiro Machado) e a Praça da Santinha (ao lado do antigo cais). Em ambos os lugares (especialmente na praça) é possível ver os carros passando na rodovia do outro lado do rio. O que não acontecia antes do desbarrancamento. É muito provável que o desbarrancamento continue acontecendo e, com isso, a estrada - cada vez mais utilizada - poderá ser atingida e interditada. Preocupado com esse problema, o prefeito Oregino Francisco vem mantendo tratativas com a direção do DAER visando a tomada de medidas que possam conter a erosão das encostas naquele trecho do rio. Mas nada de objetivo foi conseguido


Posts Em Destaque
Teremos posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square