Justiça condena homem que matou cão com chute em Porto Alegre

O homem acusado de ter matado com um chute um cão da raça Yorkshire, em Porto Alegre, foi condenado nessa quinta-feira (29) a pagar indenização de R$ 20 mil por danos morais. Em Abril de 2016, Jorge Gilberto Lima dos Santos chutou o cão, chamado Theo (11 anos), e ainda ofendeu verbalmente a proprietária do animal, identificada como Isabel Luz. A indenização será destinada ao Fundo Municipal de Proteção ao Meio Ambiente.

Em sua decisão, o juiz da 3ª Vara Cível do Foro Central de Porto Alegre, Ramiro Oliveira, menciona o laudo de necropsia do cão onde constatou as lesões sofridas com o chute.

O crime ocorreu na noite do dia 28 de abril de 2016, quando Isabel Luz, ao passear com o animal, não percebeu que o cão havia urinado na entrada da loja do agressor. Então, Santos saiu do estabelecimento e passou a ofender a mulher. Logo depois, ele chutou violentamente o animal, que, conforme relato, teria sido elevado a uma altura de dois metros. Theo foi levado a uma clínica veterinária, mas não resistiu.

A agressão aconteceu na noite do dia 28/4/16, quando Isabel Luz, ao passear com animal de estimação em via pública, e distraída com seu telefone celular, não percebeu quando seu cão havia urinado na entrada do imóvel do agressor. Em razão disso, Jorge Gilberto dos Santos saiu de sua loja para ofender - com palavras de baixo calão - a dona do Yorkshire e em seguida chutou violentamente o animal elevando-o a uma altura de dois metros. Levado à clínica veterinária, o animal não resistiu aos ferimentos.


Posts Em Destaque
Teremos posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes