Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Ainda há 15 famílias abrigadas no ginásio Azulão

June 12, 2017

As águas do Rio Caí começaram a recuar lentamente no final de semana, e algumas famílias já puderam deixar o ginásio Azulão, no Parque Centenário, onde estavam abrigadas devido a enchente. Do total de 20, no entanto, 15 ainda estão no local, totalizando 40 pessoas. O coordenador da Defesa Civil, Marcelo Silva, afirma que hoje mais algumas já poderão retornar para casa, mas aquelas que moram em locais mais alagados deverão ficar no ginásio até quinta-feira.

João Carlos e Rosângela precisam de produtos de higiene pessoal e cobertores

Muitas dessas pessoas que foram deslocadas precisam enfrentar essa situação há anos, por residirem em área de enchente, como é o caso de Adriana Pinheiro, 46 anos. “Moro há 58 anos no bairro Industrial. Diversas vezes precisamos sair de casa por causa das cheias. Antigamente éramos acolhidos no almoxarifado da Prefeitura, e depois no Caritas, na Igreja”, relembra.

Desta vez, ela veio acompanhada dos dois filhos adolescentes de 13 e 15 anos. “Passou uma moto na rua, quinta-feira, anunciando a enchente. Por esse aviso prévio podemos levantar as coisas dentro de casa. Graças a Deus nunca perdemos nada, mas já somos bem vividos dessa situação”, agradece Adriana.

Juntamente com ela e os filhos, foram apenas as ‘miudezas’para o Ginásio. “Colchão e cobertas foram cedidas. Eu trouxe uma mala com casacos e meias para as crianças. Na última vez que precisamos vir para cá, passamos muito frio”, explica aflita.

Para dormir, cada integrante da família ganhou um colchão de solteiro, porém, os cobertores doados ainda não eram suficientes para aquecer os três, que dormiram próximos para espantar o frio. “Os meus filhos adoram quando dá enchente. Eu entendo, porque também gostava quando era criança. Mas eles não sabem o prejuízo que dá. Minha neta quando veio na quinta, de tão feliz, parecia que estava indo para a Disney”, brinca.
Adriana diz que o acolhimento no local é muito bom. Inclusive a cadelinha Bolinha pode ir junto e se instalar com a família.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo