Indígenas são encontrados em situação de trabalho escravo no interior de Caxias

Quatro trabalhadores indígenas foram localizados atuando em condições semelhantes à de escravo durante fiscalização realizada na quinta-feira, dia 11, pelos auditores do Ministério do Trabalho, em uma propriedade rural no interior de Caxias do Sul.

De acordo com o Ministério do Trabalho, os índios eram mantidos em condições degradantes de trabalho, sem receber salários e sem registro de contrato na Carteira de Trabalho. Na propriedade localizada em São Valentim da 6ª Légua, são cultivadas maças, caquis e peras. Os trabalhadores foram flagrados realizando a colheita das frutas.

Os indígenas informaram que são oriundos de uma aldeia situada no município de Cacique Doble, e que vieram trabalhar em Caxias do Sul com a promessa de que receberiam uma remuneração de R$ 80,00 por dia, o que nunca aconteceu. Do empregador eles apenas recebiam uma pequena quantidade de alimentos de baixa qualidade para que preparassem suas refeições.

Os fiscais também notaram durante a fiscalização que os alojamentos destinados aos trabalhadores não apresentava as mínimas condições de higiene, inclusive com o banheiro fora de funcionamento. Próximo do local onde eles realizavam as refeições foi identificada a presença de fezes de rato. Os alimentos encontrados na cozinha estavam mal acondicionados e impróprios para o consumo. Alguns colchões estavam no chão, sem roupa de cama ou cobertores o suficiente.


Posts Em Destaque
Teremos posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square