Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Corpo de Belchior não apresenta marcas de violência, diz Polícia

May 1, 2017

A Delegada Raquel Schneider, da Polícia Civil de Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo, atendeu a ocorrência sobre a morte do cantor Belchior no município. Segundo ela, o corpo não tinha sinais de violência. A policial acredita em morte natural e que o músico estava dormindo quando faleceu. Mesmo assim, ela só vai ter certeza quando receber laudo da necropsia.  

A perícia no corpo já começou no Departamento Médico Legal (DML) em Cachoeira do Sul. Belchior morava há um ano e meio na casa de um amigo na rua Álvaro Correa da Silva, bairro Santo Inácio, em Santa Cruz do Sul. Na cidade, ele residia há quatro anos. O amigo Dogival Duarte disse que tinha contato com o músico há vários anos e que, inclusive, tentou encontrá-lo quando ele estava desaparecido. 

"Soube que ele estava no Uruguai e não consegui falar com ele. Fui até lá. Mas um amigo meu encontrou Belchior e disse que eu estava procurando ele. Aí ele veio e ficou um tempo comigo e com amigos. Aí não saiu mais. Foi quando consegui esta casa para ele morar e isso por que ele ficou já na casa de três pessoas da cidade. Ele gostava muito daqui por ser uma cidade pacata e tinha muitos amigos", diz Duarte. 

O amigo diz que o artista tinha um grande humor e que estava feliz, estava bem. Ele morava na cidade com a companheira. Duarte diz que o músico gostava muito de falar sobre assuntos internacionais, do ex-presidente Obama e sobre a paz mundial. 

Depois da necropsia, o corpo será levado para a cidade de Sobral, onde o artista nasceu, para a realização dos procedimentos funerários. O músico é autor de sucessos como "Velha Roupa Colorida" e "Apenas um Rapaz Latino-Americano".

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square