Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Jovem caiense desenvolve trabalho científico de reconhecimento internacional

March 28, 2017

Andrei Roger Lima, quando era ainda pequeno, veio com a família morar no bairro São Martim. Estudou na escola municipal do bairro, chamada David Canabarro, que ele considera uma boa escola. E foi lá que ele teve uma experiência que marcou a sua vida. Um astrônomo deu palestras nas escolas do município, falando sobre a astronomia e o menino Andrei ficou muito interessado no assunto. A partir de então, ele passou a estudar astronomia, principalmente através da internet. Quanto mais aprendia sobre a astronomia, mais Andrei se dedicava à observação do céu. Ele nem tem um telescópio (está providenciando) mas o seu conhecimento dos astros chegou a um nível elevado. A ponto dele saber o nome de boa parte das estrelas visíveis no céu.

De tanto que aprendeu, Andrei acabou se associando a uma entidade especializada, a Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon). Uma rede colaborativa que reúne astrônomos amadores, como Andrei, para desenvolver pesquisas 
Junto com outros dois membros da entidade - Rafael Compassi, de Presidente Lucena, e Carlos Jung, de Taquara - ele realizou uma pesquisa que se estendeu por quatro anos e resultou numa importante descoberta astronômica reconhecida internacionalmente.

Os três pesquisadores identificaram a existência de três chuvas de meteoros ainda desconhecidas. Com isso, pela primeira vez na história, uma descoberta feita por brasileiros foi incluída na lista geral de chuvas de meteoros, publicada pelo Meteor Data Center. Uma conquista notável para a astronomia brasileira.

As chuvas de meteoros foram localizadas na constelação do Grou e do Cinzel e receberam os nomes de Epsilon Gruids (EGR) e a August Caelids (ACD).

Esta conquista faz com que a Bramon, com suas 82 estações de monitoramento espalhadas pelo país - seja reconhecida como uma das maiores redes de monitoramento de meteoros do mundo e a maior do hemisfério sul da Terra. 

O trabalho de Andrei na Bramon é voluntário. Ele e os demais membros dessa organização não ganham nada pelo seu trabalho. À noite, ele monitora o céu, observando astros e meteoros. Durante o dia ele trabalha como eletricista. Um trabalho autônomo para o qual está habilitado graças a um curso que fez na escola do SENAI, em São Leopoldo.

Ele procura um emprego que lhe dê estabilidade. Emprego diurno, é claro, pois à noite ele já tem muito o que fazer.


O que são os meteoros
Meteoro, chamado popularmente de estrela cadente, designa o fenómeno luminoso observado quando da passagem de um meteoroide pela atmosfera terrestre. Meteoros podem estar associados a chuvas de meteoros em que os vários rastos parecem provir do mesmo ponto do céu ou surgir como fenômenos isolados.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square