Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Vale do Taquari bate o pé contra a concessão da 386 e pedágios

March 7, 2017

Em reunião realizada com a presidência da Assembleia Legislativa, lideranças da Associação dos Municípios do Vale do Taquari, região vizinha ao Vale do Caí, manifestaram-se contra o modelo proposto pelo Ministério dos Transportes para a concessão de rodovias federais no Estado. O projeto abrange quatro pedágios num trecho de cerca de 200 quilômetros da BR-386, incluindo uma praça de cobrança em Montenegro, próximo à ponte sobre o Rio Caí.

Em âmbito local, o assunto também repercute. A Associação Comercial, Industrial e de Serviços (ACI) de Montenegro e Pareci Novo reúne hoje a sua diretoria para tomar uma posição. A Administração Municipal tem defendido publicamente a concessão da Estrada da Produção com instalação de pedágio no trecho montenegrino, mas desde que veículos com placa de Montenegro sejam isentos da tarifa, que será de R$ 7,00 para veículos leves. A cobrança será nos dois sentidos.

Entretanto, não há nenhum sinal de que esse pleito do prefeito Luiz Américo Alves Aldana será atendido. O Jornal Ibiá questionou a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) sobre essa possibilidade no dia 3 de março, mas não houve nenhum retorno até o fechamento da edição.

Quem sair do Vale do Caí pela 386 rumo ao Norte do Estado terá de pagar pedágio já nos primeiros 50 quilômetros de viagem. É que uma praça está prevista para Fazenda Vila Nova, onde os carros serão tarifados em R$ 11,00 nas cancelas. Cerca de 130 quilômetros mais adiante, em Soledade, outro pedágio. Esse no valor de R$ 9,50. Quem seguir em trânsito pela via vai se deparar, 46 quilômetros à frente, em Tio Hugo, com um quarto posto de cobrança, a R$ 8,60.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square